• Canal da Marcenaria

Desafios da Geração Z ao setor moveleiro


Você já ouviu falar da Geração Z? Essa geração é comporta pelas pessoas que nasceram entre 1995 e 2010. Algumas delas já ingressaram no mercado, em sua maioria, os que nasceram entre 95 e 2002, e trouxeram um novo tipo de profissional. Confira como é o profissional da Geração Z no ramo moveleiro e quais as diferenças de hábitos comportamentos e necessidades:


A Geração Z é uma geração que, desde muito cedo, foram apresentados à internet e mundo virtual. Isso fez com que eles tivessem acesso a muito mais informações e tecnologia, que consequentemente, despertou a necessidade do imediatismo. O “Z” não é atoa, ele é símbolo da agilidade, rapidez, energia e fluidez. Assim são eles, e trouxeram com isso uma grande quebra de barreiras, mais imposição de opiniões e quebra de paradigmas e hábitos arcaicos.


Os benefícios dessa geração estão entre exigência de resultados rápidos, facilidade com acesso a diversas informações, ambição, foco no crescimento pessoal e flexibilidade. Em contraposto, alguns dos “malefícios” consequência desses novos hábitos são: falta de paciência com processos demorados e o “atropelamento” de algumas fases em busca do objetivo maior e da evolução.


A retenção desses profissionais na empresa pode ser mais difícil do que estamos habituados com as outras gerações. Isso porque não buscam mais a estabilidade de estar dentro de uma empresa por longos anos, e sim a vivência de mais experiências desafiadoras e enriquecedoras, e de estarem em um lugar onde se sintam livres para expressar seus maiores dons, oferecer o melhor para a empresa e oferecer imediatamente. Se tornou ainda mais necessário que as empresas tirem um pouco do “molde” engessado e abram sua cultura para mais flexibilidade, tecnologia, conforto, energia e desafios.


No ramo moveleiro, as vantagens de trabalhar com essa Geração vem através da forte busca por inovação, o que é essencial para o ramo. Além disso, por terem uma ligação e facilidade com a tecnologia, podem levar os negócios para o mundo digital e desenvolver em proporções que, em uma marcenaria, por exemplo, onde a tendência é que tenham hábitos mais tradicionais, não ocorreria com tanta facilidade. E, talvez, não ocorreria. Proporcionando maior flexibilidade, liberdade e exigindo avanços e busca por novidade, você poderá extrair o melhor que essa Geração tem a oferecer.


Fonte: Revista Móveis de Valor

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo