Buscar
  • Canal da Marcenaria

Fluxo de caixa: saiba o que é e como implementar no seu negócio!




O fluxo de caixa nada mais é do que uma ferramenta de gestão financeira que possibilita o controle e acompanhamento de todo o capital que entra e sai da empresa, ajudando a ter uma visão maior dos futuros recursos necessários (como prazos de pagamentos), e na formação de estratégias.


Esse controle é composto basicamente por 4 pilares:


1- saldo inicial

2- receitas/ entradas

3- despesas/ saídas

4-saldo de caixa final


Para ter uma visão mais clara e mais ampla da situação financeira do seu negócio, deve-se ser feito semanalmente ou quinzenalmente, mantendo sempre atualizado.


Sabemos que nem sempre conseguimos prever possíveis crises econômicas, então, devemos estar preparados para agir em caso de um fechamento negativo no fluxo de caixa.


Nessa situação, algumas medidas recomendadas são:


- reduzir os excessos de vendas a prazos longos;

- reduzir inadimplência e atrasos de clientes;

- equilibrar preços e custos; renegociar com fornecedores e evitar comprar sem critério;

- criar produtos ou serviços que reduzam em decorrência de datas comemorativas/ climas;

- investir em promoções e reduzir o estoque;

- antecipar receitas optando por descontos para pagamentos à vista/ solicitando entrada;

- busca de empréstimo a longo prazo com taxas e juros baixos.


Já em caso de saldo positivo, você pode avaliar a aplicação em investimentos, no aumento dos prazos das vendas, na distribuição de lucros ou aplicar as sobras no mercado financeiro.


O fluxo de caixa também sinaliza o quanto de capital de giro a empresa vai precisar. Capital de giro é o recurso necessário para o bom funcionamento da empresa, nele está incluso:


- dinheiro em caixa e banco

- aplicações financeiras em curto prazo

- estoques

- contas a receber


Para diminuir a necessidade desse recurso e conseguir mais tranquilidade, é recomendado evitar pagamentos à vista, negociar prazos, e não atrasar pagamentos. Também deve-se determinar valores mínimo e máximo para vendas a prazo, não oferecendo prazos muito longos e selecionando clientes que poderão receber créditos.


Outras dicas são: ajustar o estoque ao número de vendas dos produtos, controlar bem as retiradas dos sócios e fazer previsões para futuros gastos (férias, 13º salário, seguros etc).


Mantendo um bom controle do fluxo de caixa, as chances de ter seu negócio sempre estável é muito maior!


Clique e baixe já essa sugestão de planilha que o SEBRAE disponibilizou!








Fontes:

https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/faq/o-que-e-e-como-implementar-o-fluxo-de-caixa,dd2ed082725bd410VgnVCM1000003b74010aRCRD


https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/bis/cartilha-saiba-mais-fluxo-de-caixa,f73ab88efc047410VgnVCM2000003c74010aRCRD

https://www.youtube.com/embed/U8sJI8feaQ4

427 visualizações

RECEBA AS NOVIDADES

Rede PRÓ

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Instagram