• Canal da Marcenaria

Ambientes integrados: entenda tudo sobre a tendência




Surgimento


A ideia de integrar os ambientes surgiu entre 1950 e 1970, em Nova Iorque. Os lofts, que originalmente eram indústrias, não tinham muitas paredes para separação de ambientes, e passaram a ser moradia para pessoas que buscavam um estilo de vida mais moderno e despojado, como os artistas da época. Além das poucas paredes, as características preservadas da indústria eram as paredes de tijolos e iluminação e tetos à vista, dando origem ao estilo industrial.


Como deixar o ambiente integrado?


Alguns pontos que irão ajudar na integração:


  • Menos paredes: quando falamos nessa integração, a primeira coisa que deve ser considerada é a redução das paredes.

  • Cores: seguir uma paleta é uma dica importante para a harmonização dos ambientes. Explore cores complementares, análogas, complementares decompostas etc.

  • Circulação: priorize o espaço para uma boa circulação. É indispensável e ajuda a manter o ambiente mais arejado e dá a sensação de amplitude.

  • Piso e teto: procure usar o mesmo piso e o mesmo teto em todos os ambientes. Quando você muda um dos dois, dá a sensação de estar separado.

  • Móveis: use e abuse da multifuncionalidade. Móveis que se estendem entre um ambiente e outro são uma ótima pedida.


Onde a integração pode ser usada


Não existe regra. Os ambientes mais comuns onde aplicam a integração são: salas, cozinhas, sala de jantar e áreas externas. Porém, você pode optar pelo estilo dos lofts, onde há integração do quarto também, unindo todos os ambientes.


Integração só em ambientes pequenos?


A nova ideia atingiu a maioria das pessoas, seja as que possuem espaços pequenos, seja as com espaços grandes. A diferença é que o ambiente grande, além de ser mais fácil planejar, ficará mais confortável para circulação e até visualmente, o que no ambiente pequeno muitas vezes não se conseguirá com tanta facilidade. Porém, os ambientes pequenos integrados têm um toque de riqueza em detalhes, de ideias atingidas e expostas com mais evidência e de uma funcionalidade simples, o que não é percebido muitas vezes num ambiente mais amplo.


Benefícios


Entre a beleza estética que traz para o espaço, a integração de ambientes também proporciona alguns benefícios como: aproveitamento de maior iluminação natural, maior facilidade de circulação, amplitude, maior ventilação e mais praticidade e integração das pessoas que ali transitam.





Fonte: https://moveisparacasa.com.br/ambientes-integrados-que-tal-essa-ideia/

58 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo